Como estou atendendo meus clientes?

Por · 10 de maio de 2013

Por Samuel Pimenta

Será que os clientes do seu salão estão satisfeitos? Você já se fez esta pergunta?

É muito comum ouvirmos queixas e reclamações de estabelecimentos comerciais, onde as pessoas não escondem o nome da empresa e da pessoa que o atendeu com indiferença. Sabe-se que ninguém esquece quando é mal atendido em algum local, e que esse cliente conta sua experiência para pelo menos mais 10 pessoas. O efeito multiplicador disso é fatal para o fracasso dos negócios.

Também é fato que a maioria dos clientes que não reclamam, simplesmente não retornam mais, pois preferem buscar outros locais a gastar seu tempo com atitudes que não surtirão efeito para eles. A empresa simplesmente ignora o problema e o que se ouve é um sonoro: “Não podemos fazer nada!”, ou, “Isso não é comigo, é só com o dono!”. E o “dono” nunca está lá, ou quando está não resolve mesmo o problema para “não ficar no prejuízo”.

Mas existe um fator muito importante para o sucesso dos negócios: o bom atendimento o cliente também não esquece. Talvez não seja tão comentado quanto o mau atendimento. Mas a sensação que dá de bem-estar na pessoa que sai satisfeita da empresa é surpreendente.

Nada melhor que um telefone que é atendido imediatamente, com alguém do outro lado da linha que, ao falar com o cliente, deixa passar um sorriso de satisfação. Ou mesmo alguém que sempre se preocupa em dar o melhor de si para o cliente, não se preocupando se ele vai fazer ou não o serviço, se tem ou não dinheiro naquela hora, se está indeciso, ou se está apenas olhando.

Muitas empresas pensam assim. Essas empresas garantem, sem gastar muito, uma fidelidade do cliente porque vão muito além dos produtos que vendem. Prestam serviços às pessoas que as procuram. O que ocorre nos dias atuais é que os produtos e os preços ficaram todos iguais.

Por exemplo, o mesmo fornecedor daquela grande marca de coloração que antes só era acessível aos salões de cabeleireiros de um alto poder aquisitivo, agora passaram a abastecer também os salões de um potencial financeiro menor, pois com o aumento de marcas no mercado, diminui a procura, sendo assim o serviço de alta qualidade e bom preço podem ser encontrado tanto nos pequenos salões quanto nos salões de grande porte.

Então o que muda? Simplesmente a “Era de Serviços” em que estamos vivendo. Porque produtos e preços têm em qualquer lugar! Phillip Kotler, o papa do Marketing, em entrevista recente à revista Exame, comentou que a fidelidade do cliente pelo produto acabou. Hoje a empresa somente garantirá alguma fidelidade do seu cliente através do serviço que será prestado. .

As pessoas buscam soluções para os seus problemas, rapidez e comprometimento, pois estão cada vez mais sem tempo. E o que conta é o que a empresa poderá fazer por elas!  Pense nisso: Como é que você quer ser lembrado pelos seus clientes? Pelo seu bom ou pelo seu mau atendimento?

DICAS PARA UM BOM ATENDIMENTO

A postura correta de um profissional é de extrema importância para que se possa passar ao cliente uma imagem de credibilidade, tornando a apresentação completa e desenvolvendo um nível de comunicação de qualidade, o que facilitará toda a sequencia de atendimento e também o desempenho de vendas do profissional, em nosso caso, a realização dos tratamentos capilares e estéticos.

É importante que todas as pessoas, sem exceção, sejam bem atendidas e sintam-se à vontade, desde o momento em que chegam até o momento que saem. Sendo assim, é necessário que o profissional saiba se expressar bem física e verbalmente.

Seguem algumas dicas:

Todos os profissionais devem atentar-se ao asseio, ou seja, uniforme  limpo e bem passado, sapatos limpos e confortáveis. No caso da não existência do uniforme atentar-se a um guarda-roupa adequado.

Os homens devem estar sempre com a barba feita, os cabelos impecáveis e as mãos limpas com as unhas sempre feitas. As mulheres com os cabelos presos, maquiagem leve e discreta e também com as mãos limpas e unhas feitas.

Deve-se evitar o uso de perfumes doces ou fortes.

Se você é fumante jamais fume em seu ambiente de trabalho e tenha uma atenção especial com o hálito.

Mantenha sempre uma postura ereta. Nunca fique parado (a) de costas para o cliente e não fique sentado(a) ou debruçado(a) em mesas e balcões.

Quando falar com alguém, seja um cliente ou um colega de trabalho, não fique com os braços cruzados, olhe a pessoa sempre nos olhos, não aponte o dedo, evite gesticular muito e tenha sempre um simpático sorriso no rosto.

Fale sempre de forma objetiva, evitando gírias, vícios de linguagem, erros de português.

Atente-se à voz. Fale em um tom equilibrado, sem gritar, mas também sem falar muito baixo.

Use com mais as “palavras mágicas”: bom dia,  boa tarde ou boa noite, seja bem vindo (a), por favor, com licença e obrigado, tanto com seus clientes como com seus colegas de trabalho.

Categoria: Dicas

Adicionar Comentário